sábado, 4 de outubro de 2008

GOVERNO DO RJ DESCARTA LEI SECA DURANTE AS ELEIÇÕES AMANHÃ EM TODO O ESTADO

A Secretaria estadual de Segurança Pública informou neste sábado (4) que a lei seca não será adotada este ano. Com isso, não haverá restrição à venda e ao consumo de bebidas alcoólicas neste domingo (5) no estado do Rio de Janeiro.
A assessoria de imprensa da secretaria não explicou o motivo pelo qual a medida não irá vigorar no domingo.


Fonte: G1

JUSTIÇA ELEITORAL APREENDE MALAS COM DINHEIRO EM ITAPERUNA

A Justiça Eleitoral do Rio apreendeu na manhã deste sábado (4) duas malas contendo R$ 159.300 num quarto de um hotel em Itaperuna, na Região Noroeste do Rio.
Segundo a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), o quarto onde ocorreu a apreensão havia sido reservado pelo prefeito do município, Jair Bittencourt. Há suspeitas de que o dinheiro seria usado na compra de votos.
De acordo com a assessoria do TRE, o prefeito não estava no local no momento da apreensão.
Segundo o TRE, o prefeito teria dado entrada no hotel na noite de sexta-feira (3). O quarto estaria reservado até o domingo (5), quando serão realizadas as eleições municipais.
A Justiça Eleitoral soube das maletas por meio de uma denúncia anônima. Por determinação da juíza eleitoral Sheila Draxler, policiais chegaram ao local e apreenderam o dinheiro.
Segundo o TRE, Jair Bittencourt apóia o candidato a prefeito Elias Daruis, da coligação “Itaperuna não pode parar”. Ainda segundo a assessoria do Tribunal, não há ordem de prisão contra o prefeito, mas o Ministério Público já está analisando o caso e deverá entrar com a ação que entender cabível.

Fonte: G1

A VEZ DO POVO




Ele virou as costas ao povo que o elegeu 4 anos atrás, agora será a vez desse mesmo povo retribuir o gesto!

FARINHAS DO MESMO SACO




Como vai ser bom ver duas figuras como as que estão na foto acima, longe dos poderes legislativo e executivo de Aperibé.

Os cofres públicos irão respirar mais aliviados!

TÁ CHEGANDO A HORA!



Estamos a poucas horas de um momento muito esperado pela grande maioria do povo aperibeense: Assistir a derrota nas urnas dele que foi a pior das escolhas há 4 anos atrás, Paulo Fernando Dias (Foguetinho).

A expectativa, e todas as pesquisas feitas até aqui mostram isso, é por uma vitória esmagadora e histórica do candidato da oposição, Dr° Flávio.

Tá chegando a hora do povo dar a resposta à quem o humilhou ao longo de todo esse tempo...

Foguetinho, "é hora de dar tchau!"

ISSO NÃO PODE!



No final da tarde deste sábado, após o final do jogo válido pela última rodada da 2ª fase do Campeonato Carioca de Futebol da 2ª divisão, entre Aperibeense e Brescia, em Duque de Caxias - RJ, em que o alvinegro de Aperibé conquistou a vaga para a 3ª fase da competição com uma vitória por 1 X 0 (gol de Marquinhos Moreno,durante a transmissão da Rádio Educativa FM 105,9 MHz, ao ser entrevistado pelo narrador/repórter José Arthur, o técnico Índio orientou explícitamente os eleitores aperibeenses a optarem pelo candidato e atual prefeito Foguetinho amanhã durante as eleições. Como se não bastasse, logo após, ao ser entrevistado, o presidente do clube, Reginaldo Pontes, também preferiu deixar o futebol de lado para pedir votos em nome de Paulo Foguetinho. ISSO NÃO PODE!!!

Bom lembrar, que a referida rádio não se trata de uma emissora comercial, e sim, EDUCATIVA. Não deve e nem pode fazer restrições a "A,B ou C", e sim, atender a toda a comunidade.

Porém, é público e notório, que Foguetinho sempre teve ao longo de seu governo, os microfones desta rádio como seus porta-vozes!

Alô Justiça Eleitoral!!!!!

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

PMDB RECUPERA VAGA NA CÂMARA DE APERIBÉ POR INFIDELIDADE PARTIDÁRIA

Tomou posse na sessão de ontem a noite na Câmara Municipal de Vereadores em Aperibé, o primeiro suplente do PMDB, Amilton Cordeiro. É a quarta legislatura de Amilton, ele entrou na vaga de Zé da Farmácia, que teve seu mandato cassado por infidelidade partidária ao trocar o PMDB pelo PSL.
Amilton Cordeiro, em seu discurso de posse mostrou muita disposição em seu retorno à casa de leis. "Fico feliz em retornar num momento em que esta casa mais precisa de mim, um vereador de coragem e combativo."

*Como presidente do diretório municipal, deste que é o maior partido do Brasil, quero daqui, parabenizar o nobre vereador e desejar-lhe sucesso neste restante de mandato, esperando que seja apenas um período de 'readaptação', já que no próximo domingo estará concorrendo a vaga para a próxima legislatura.
É preciso dizer também, que a decisão da justiça eleitoral não poderia ter sido outra, pois não podemos admitir que pessoas se utilizem do partido apenas como uma legenda de aluguel para alcançarem interesses pessoais, quando na verdade deveriam estar interessados no bem comum de todos.
O PMDB em Aperibé, não pode jamais ser manchado por alguns e reconhecido como o 'partido da boquinha'. Não enquanto lá eu estiver!!!

CONTAGEM REGRESSIVA...

Antes de qualquer coisa, quero pedir desculpas pelo tempo em que estive ausente do blog, não fazendo assim, novas postagens, consequentemente, deixando esse espaço desatualizado.
O tempo, tem sido curto para mim... mas vamos lá!

Em todo o país, os eleitores estão na contagem regressiva para irem às urnas no próximo domingo quando acontecem as eleições 2008 para o executivo e legislativo municipais.

Em Aperibé, é fato, trata-se do pleito eleitoral mais sem graça de todos os tempos.
Sem falsa modéstia, graças ao trabalho realizado ao longo dos últimos 3 anos e meio junto ao Jornal O Ideal, denunciando as mazelas e tramóias do atual governo municipal, Foguetinho poderia estar caminhando tranquilamente para uma reeleição... mas como disse, e repito, por culpa única e exclusivamente de O Ideal, a expectativa na cidade é uma só: Qual será a diferença de votos imposta pelo candidato do PSB, Doutor Flávio ao atual prefeito Paulo Foguetinho (PSL).

Chega a dar pena, (será possível, ver a campanha do 'espoletinha'...

Agora a preocupação é uma só: se durante os últimos 3 anos e meio, Aperibé foi saqueada por um governo corrupto, salvo o período de afastamento de Foguetinho quando a vice Ivete Gregório assumiu, após o resultado das urnas no domingo, não tenho a menor dúvida, funcionários e fornecedores não receberão sequer um tostão furado por trabalhos e serviços prestados, sem falar dos serviços públicos, como saúde por exemplo, tudo irá parar. Aperibé vai virar um verdadeiro caos!

Espera-se também uma grande mudança na Câmara Municipal. Acredito que dos que lá estão, apenas 2 ou no máximo 3 conseguirão um novo mandato.

Como aquele seriado infantil da TV, Foguetinho, está chegando a sua hora de 'dar tchau'...

terça-feira, 24 de junho de 2008

JOGADOR DE FUTEBOL HOLANDÊS 'INCOMODA' COMPANHEIROS NO BANCO DE RESERVAS DURANTE PARTIDA DA SELEÇÃO




Os jogadores da Holanda sofreram - de verdade - no banco de reservas na partida com a Romênia, dia 17, pela Eurocopa. Culpa do meia Rafael van der Vaart, que não segurou os gases e deixou o "ar mais poluído" durante a partida.
A cena foi flagrada por uma câmera de televisão e mostrada no blog "Conexão Gontijo" nesta terça-feira. Em um momento, os atletas no banco colocam os casacos tampando o nariz, enquanto Van der Vaart tenta disfaçar. Mas não consegue: após as reclamações dos jogadores, o meia do Hamburgo assume a flatulência, meio sem graça.
Por causa do episódio, a imprensa holandesa apelidou o meia de "Van der Fart", já que "fart", em inglês, é uma das palavras para "gases".
Já classificada para as quartas-de-final, a Holanda venceu a Romênia por 2 a 0, pela última rodada da primeira fase. Por isso, os titulares Van der Sar e Sneijder, e o próprio Van der Vaart, estão no banco e aparecem no vídeo.
Coincidência ou não, a Holanda foi eliminada no jogo seguinte, com derrota para a Rússia por 3 a 1 nas quartas-de-final.

Fonte: Globoesporte.com

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Bienal do Livro foi um sucesso



Apesar das ausências de alguns ilustres convidados, como Carlos Heitor Cony e Zuenir Ventura, a edição deste ano da Bienal do Livro em Campos foi um sucesso de Público.
Eventos como esse tem enorme importância, já que incentivam a leitura de livros (sobretudo num país em que poucos tem esse hábito) e outras atividades culturais.
Eu não deixei de participar dessa edição e aproveitei para adquirir 3 livros, sem contar o que recebi de brinde, somando portanto 4 novas compilações que me proporcionarão mais conhecimento e cultura.

Paulo Henrique Amorim em Campos



O renomado jornalista Paulo Henrique Amorim, ex-correspondente da Rede Globo em Nova Iorque e atualmente apresentando o programa Domingo Espetacular aos domingos na Rede Record, foi uma das principais atrações da Bienal do Livro em Campos este ano, tendo sido sua palestra uma das mais concorridas de todo o evento.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

CCJ APROVA FIM DO NEPOTISMO NO SERVIÇO PÚBLICO

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) quer acabar com o nepotismo no serviço público. Foi aprovada há pouco pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria do senador que proíbe a contratação de parentes para cargos de comissão ou função de confiança até o terceiro grau em todos os Poderes e níveis da administração pública . A exceção seria quando o funcionário fosse aprovado por concurso público.
A proposta ainda precisa ser aprovada pelo plenário do Senado. De lá, seguirá para aval da Câmara dos Deputados. Caso receba o ok da maioria dos senadores e deputados, quem descumprir a lei poderá ser processado por improbidade administrativa.
Os únicos que votaram contra a proposta na CCJ foram os senadores Welligton Salgado (PMDB-MG) e Epitácio Cafeteira (PTB-MA).
- Desconheço qualquer governador, ou outra autoridade com mandato eletivo, que não tenha se cercado de pessoas de confiança para cargos em comissão. A não ser que o governante seja filho de chocadeira-, debochou Cafeteira.

Fonte: Blog do Noblat

EMPREGO CADA VEZ MAIS DIFÍCIL PARA ESTUDANTES

De Pedro Vieira:

Quem sonha terminar a faculdade e ingressar no mercado de trabalho pode começar a se preocupar. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que o desemprego entre jovens de 15 a 24 anos é 3,5 vezes maior que entre os adultos com mais de 24 anos.
Segundo o estudo, a falta de experiência influencia na decisão das empresas. Mas o próprio jovem não se sente capacitado para ingressar em um mercado de trabalho mais competitivo. Jorge Luiz de Paiva Filho tem 24 anos e faz faculdade de Cinema. Apesar de não figurar na lista de desempregados, Jorge trabalha de garçom em um restaurante, profissão sem a menor relação com a sétima arte.
Leia mais em: Emprego cada vez mais difícil para estudantes

Morrem mais rapazes que moças, diz estudo

De Leda Rosa:
As políticas públicas voltadas para a saúde do jovem brasileiro, segundo o levantamento do Ipea, ainda não fizeram frente, de modo efetivo, aos desafios fundamentais do setor. Entre os 15 e 29 anos, a violência continua sendo o principal problema, especialmente para os rapazes que morrem significativamente mais do que as moças.
Em um grupo de 100 mil pessoas, a taxa de mortalidade média das mulheres foi de 58,43 contra 261,80 dos homens. Entre 2003 e 2005, morreram cerca de 60 mil jovens do sexo masculino. Destes casos, 78% foram por causas externas, majoritariamente homicídios e acidentes de transporte. No mesmo período, morreram 15 mil jovens do sexo feminino, sendo 35% pelas mesmas causas externas.
Leia mais em: Morrem mais rapazes que moças, diz estudo

Fonte: Jornal do Brasil

domingo, 18 de maio de 2008

ELEIÇÕES TRANQUILAS

O mês de outubro está cada vez mais próximo, trazendo consigo as eleições para os cargos de prefeito e vereadores em todo o país.
A ansiedade do eleitorado, sobretudo nas pequenas cidades, aumenta a cada dia, o clima de rivalidade se acentua. Até mesmo os que sempre fazem questão de afirmar ter aversão a política acabam não resistindo ao ‘clima’ e entram de corpo e alma em campanhas, motivados muitas das vezes por ‘provocações’ de vizinhos e amigos que optam por outros candidatos.
Em Aperibé sempre foi assim, porém, esse ano tudo parece caminhar para que haja a eleição mais tranqüila da história do município.
O prefeito afastado pela justiça, Paulo Foguetinho (PSL), não poderá concorrer no próximo pleito, pois teve as contas de seu governo reprovadas pelo TCE e pela Câmara de Vereadores. Além de não ter o mínimo de credibilidade junto ao povo, tornando inviável qualquer chance de vitória a quem ele manifestar seu apoio (fala-se em Margareth Foguetinho (PSL) e Ivalda Sardinha (PSL) como supostas candidatas ao cargo máximo municipal).
Outro pré-candidato é o empresário Vandelar Dias (PV) que tem afirmado sua candidatura mesmo sem contar com o apoio de lideranças políticas.
Com esse cenário, tudo caminha para uma vitória tranqüila do pré-candidato do PSB, dr° Flávio Gomes, que além de contar com o apoio do empresariado local, conseguiu arrebanhar para sua candidatura as principais lideranças da política aperibeense, entre elas, os principais nomes da oposição (vereador Inácio Zanata e o empresário Waldemar Duarte).
Pesquisas recentes têm mostrado um quadro amplamente favorável à dr° Flávio Gomes, liderança folgada e a menor rejeição entre os pré-candidatos.
Pelo jeito, disputa mesmo, só vai haver pelas 9 cadeiras do legislativo, onde são raras as exceções que contam com a aprovação dos eleitores aperibeenses.
Mas, como diz um bom e velho amigo, ‘eleição e mineração, só depois da apuração’...

segunda-feira, 14 de abril de 2008

E aí?


Aperibé 16 anos: Hora de acertar

Neste 10 de abril Aperibé completou 16 anos de emancipação político-administrativa. Apesar de viver dias de incerteza no cenário político, o povo não deixou passar em branco e comemorou o aniversário com simplicidade resgatando as raízes históricas da cidade. Dezesseis anos é um número sugestivo, pois é a partir desta idade que o jovem conquista o direito de exercer sua cidadania, através do voto, em nosso país.
Neste período, Aperibé exerceu três prefeitos. Ataíde Faria, Alfredinho (2 vezes) e Foguetinho. Há os que defendem a idéia de que todas as escolhas foram erradas, outros não chegam a ser tão radicais.
Espera-se que em outubro próximo o povo, sobretudo a juventude, se conscientize da importância de suas escolhas, não apenas na hora de votar no representante do executivo municipal, mas também em quem estará fiscalizando os atos do prefeito e legislando na câmara de vereadores.
Aperibé precisa de gente séria, honesta, de passado limpo, serviços prestados à população, com visão de futuro e vontade de trabalhar. Hoje apresentam-se nomes como Inácio Zanata, Vandelar Dias e Dr. Flávio Gomes. Independente de quem assuma o poder no próximo ano, encontrará um quadro de tremenda dificuldade, em função dos desmandos da administração Foguetinho, apesar dos esforços da prefeita interina Ivete Gregório em sanar o máximo possível das dívidas contraídas pelo prefeito afastado pela justiça.
Após 16 anos, Aperibé não pode mais “errar”!

domingo, 13 de abril de 2008

Parabéns Aperibé

No dia 10 de abril Aperibé completou 16 anos de emancipação político administrativa e os aperibeenses foram presenteados com uma grande festa na qual foram, ao mesmo tempo, homenageados e atores. Uma festa popular, no real sentido da palavra: feita pelo povo e para o povo.
A prefeita Ivete Gregório, a secretária de educação Penha Velasco e o diretor da Casa de Cultura de Aperibé, Marcelo Hungria, reuniram a rede educacional e organizaram uma belíssima apresentação na praça Francisco Blanc, na qual foram homenageadas as famílias que povoaram a terra que deu origem à cidade de Aperibé. Como definiu Penha Velasco, “toda a rede de educação se uniu para abraçar Aperibé”, enfocando a participação de escolas e creches municipais, estaduais e particulares.
Cada instituição de ensino homenageou uma família: Boechat, Dias, Cortat, Curty, Severino da Silva, Floriano, Figueira, Ferreira da Luz, Torres, Rabello, Fagundes, Eccard, Pontes, Carvalho, Cosendey, Borges, Brandão, Bairral, Bragança, Reis, Ferreira da Silva e Gouveia. Professores e alunos contaram a história de cada família, apresentaram números de dança e canto, organizaram painéis com fotografias e até uma maquete da antiga fazenda dos Fagundes, que deu origem ao bairro. Um representante de cada família subiu ao palco e recebeu uma homenagem.
Na praça, centenas de pessoas de todas as idades assistiam atentos ao resgate histórico das origens de Aperibé, cuja vila foi fundada em 1890. Para Marcelo Hungria, a grandiosidade da festa está na valorização do povo aperibeense. “De que valeria exaltar as instituições sem fazer valer o homem? Nossa história é recheada de histórias de diferentes filhos de outras terras que aqui se assentaram há muitos anos. Africanos, suíços, portugueses, italianos, que formaram a nossa identidade e pluralidade cultural. Aos nossos antepassados e aos seus sucessores, o nosso muito obrigado!”, disse Marcelo.
O público também pôde apreciar a exposição “Aperibé: imagens e fotos” na Casa de Cultura. Fotos, documentos e objetos diversos proporcionam uma deliciosa viagem ao passado de Aperibé e região. Quem ainda não viu, não pode perder a oportunidade!

quinta-feira, 20 de março de 2008

Foguetinho repassou 86 mil ao Aperibeense em fevereiro enquanto salários dos contratados acumulavam atrasos


Os absurdos do governo Foguetinho não páram de vir à tona

Depois de ser
exposto em rede nacional
de televisão que o prefeito
recebia pessoalmente entre
50 e 100 mil reais todo
mês de uma advogada ligada
à Onep e à ABDH, dinheiro
este desviado dos
cofres públicos, Foguetinho
cancelou o contrato
que mantinha com ambas
as Ongs.

Antes, porém, determinou
que a ABDH repassasse
direto para sua
conta pessoal alta quantia
em dinheiro para pagar os
funcionários. O repasse foi
efetuado e Foguetinho pagou
o salário de alguns, em
sua própria casa, sem recibos.
Outro que teria recebido
boa quantia seria o time do
Aperibeense.

Anotações
dão conta de que Foguetinho
teria repassado para
o clube esportivo nada menos
que 86 mil reais em fevereiro,
enquanto médicos
plantonistas e outros
funcionários do Hospital
amargam meses de salário
em atraso.
Aliás, a ex-secretária de
Saúde Ivalda Sardinha não
explicou aos funcionários
que Foguetinho já teria sacado
o dinheiro para pagálos
e não o fez.

Por mais
boa vontade que tenha, a
atual prefeita não pode assumir
as dívidas salariais
dos funcionários contratados
geradas na gestão de
Foguetinho. Em muitos casos,
sequer existe um contrato
de prestação de serviços
entre a ABDH, que
gerenciava a saúde, e os
funcionários.
A prefeita Ivete Gregório
já acionou o departamento
jurídico da prefeitura
para que seja encontrada
uma solução urgente para
o problema, de modo que
eles possam receber o
que têm direito. Entretanto,
ao que tudo indica, será
necessário que os funcionários
movam uma ação
judicial contra a ABDH.
Há ao menos uma coisa
positiva. Todos os documentos
estão sendo encaminhados
ao Ministério
Público, e, com tantas irregularidades,
torna-se
cada vez mais improvável
que ele retorne ao cargo.